Consumidores poderão adquirir carros novos com selo de eficiência energética veicular a partir de abril

O programa permitirá ao consumidor comparar o gasto de combustível dos veículos novos à venda no país.

A partir do dia 15 de abril, as montadoras de veículos que estão no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) serão obrigadas a utilizar o selo de eficiência energética nos automóveis fabricados após esta data. O objetivo da medida é proporcionar que o consumidor possa escolher um modelo de forma consciente e tenha a possibilidade de optar por um automóvel mais econômico, além de estimular a redução de gases tóxicos liberados ao meio ambiente pelos veículos.

De acordo com o Inmetro, em 2012, oito fábricas participarão do programa, totalizando 157 versões de 105 modelos, o que corresponde a mais da metade das vendas do mercado brasileiro. Para a engenheira de energia e sócia do portal de venda de veículos novos e seminovos Nube Motors, Morjana dos Anjos, a nova classificação será um diferencial no mercado brasileiro. “O programa permitirá ao consumidor comparar o gasto de combustível dos veículos novos à venda no país.

Outra novidade é que as montadoras que aderiram à iniciativa serão obrigadas a colocar os selos de certificação. Os selos de eficiência energéticas serão classificados de A a E, sendo que o primeiro é o mais econômico, e o último o que consome mais energia. Desta forma, os modelos foram divididos em oito categorias: subcompactos, compactos, médios, grandes, esportivos, carga leve, carga derivada e fora de estrada”, explica. Segundo a especialista, a etiqueta de eficiência energética irá conter várias informações de interesse do consumidor, como os valores de referência da quilometragem por litro, na cidade e na estrada, com diferentes combustíveis.

De acordo com a observação impressa nas etiquetas da primeira fase, esses valores são obtidos a partir de medições de consumo efetuadas em laboratório, conforme norma NBR 7024, que determina que os testes sejam feitos com o uso de combustíveis padrão brasileiro e adoção de ciclos de condução pré-estabelecidos. Para o interessado em adquirir um veículo, esses dados serão fundamentais e podem ajudar na escolha acertada, principalmente, por ter informações para comparar um carro que atenda suas reais necessidades.

 “Uma pessoa que utiliza o automóvel para ir ao trabalho, na maioria das vezes, escolhe um modelo mais econômico, com motor de 1000 cilindradas, e que possuem maior eficiência energética. Já aqueles que precisam de um veículo mais potente e de maior consumo de energia, o selo poderá indicar, dentro da faixa de potência desejada, qual fabricante tem à disposição o automóvel com melhor eficiência energética”, destaca a engenheira. Será a quarta edição do programa e o objetivo da campanha é permitir ao consumidor comparar o gasto de combustível dos veículos novos à venda no país.

Informação de: Segs

Anúncios
Esse post foi publicado em Eficiência Energética e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s