Sistema biofotovoltaico usa a fotossíntese das plantas para gerar energia verde

Utilização de musgos e algas para geração de energia.

Pesquisadores do Reino Unido estão trabalhando para tentar desenvolver sistemas bio-fotovoltaicos que podem produzir eletricidade a partir de luz com a ajuda da fotossíntese artificial. A busca por fontes de energias alternativas é uma constante na atualidade. Entre as promessas para fazer frente aos painéis solares de cinco a dez anos, despontam as pesquisas com as algas e musgos na geração de energia.

Tendo esta visão verde, o cientista da Universidade de Cambridge, Paolo Bombelli em parceria com os designers Alex Driver e Carlo Peralta apresentaram a idéia de usar bio-sistemas fotovoltaicos para uso doméstico, que de acordo com a equipe de designs pode gerar de 5 a 6 watts / m².

A equipe também projetou mastros solar como uma torre vertical, que é coberta com algas, já que as algas são um plantas de rápido crescimento e que ajudam na coleta de energia solar. Para alimentar a planta, a água pode ser colhida a partir de fontes subterrâneas, tornando o sistema auto-suficiente . Os Mastros Bio-fotovoltaicos , que são preenchidos com algas, também ajudam na coleta de águas pluviais, são tão eficientes que alguns pesquisadores pensaram que eles sejam em breve um bom competidor dos painéis solares convencionais.

Informação de: EcoFriend

Esse post foi publicado em Biomassa, Energia Limpa e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s