Oferta de etanol não atende a demanda dos carros flex

Não há previsão de quanto o etanol irá baixar

De acordo com o representante da União da Indústria de cana de açúcar (Unica), Sérgio Prado, existe um descompasso entre a oferta de etanol e de carros flex. Desde 2006 ocorrem problemas de financiamento para ampliação da oferta do etanol. Com a crise de financiamento do setor, que foi agravada pela crise mundial de crédito, deixou-se de ampliar e investir na lavoura e nas fábricas, e uma oferta mais confortável não foi gerada por causa de uma quetão econômica. O carro flex, por outro lado, andou em uma velocidade considerável e forte e a oferta não andou na mesma velocidade.

Segundo ele, para evitar problemas como esse é necessário que a produção de cana-de-açúcar cresça, o que vai exigir mais investimento. “Temos que ter um ciclo de investimento que melhore a oferta nos próximos anos, melhore o canavial – que está envelhecido e perdeu produtividade, amplie as fábricas e crie novas unidades produtoras. Tudo isso precisa ser feito. Se há um mercado crescente de consumo e se tem uma necessidade de atender a essa demanda, precisa-se fabricar mais”, afirmou.

A redução do preço do etanol nas usinas e nos distribuidores verificada nas últimas três semanas já é resultado da entrada da safra nova de cana de açúcar. Há uma expectativa de que os preços do etanol nas usinas continuem caindo, mas ainda não é possível fazer uma previsão de até quanto isso vai ocorrer ou a qual valor poderá chegar.

Um dos problemas que levou ao aumento do preço do etanol nas bombas e à falta do produto em alguns postos neste ano, segundo Prado, foi uma “situação atípica e complexa” que gerou perda na produção da safra 2009/2010. A principal razão, de acordo com ele, foi o clima e também a falta de investimentos que impediram a existência de uma oferta extra de etanol no mercado.

“Não é uma questão localizada de entressafra. Nós tivemos problemas de oferta e, agora, circunstancialmente, temos um mercado mais equilibrado. A safra nova colocou produto novo no mercado e isso derrubou o preço”, afirmou.

Informação de: Exame

Anúncios
Esse post foi publicado em Biomassa e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s