Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e o Caribe

Conheça o Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e o Caribe, que tem como missão “Implantar uma área internacional de demonstração de energias renováveis no Oeste do Paraná e consolidar a Plataforma do Conhecimento sobre Energias Renováveis no Brasil.”

Objetivos

O Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e o Caribe é resultado de uma cooperação entre a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial/ Unido, a Itaipú Binacional e a Eletrobrás  e tem os seguintes objetivos:

1) Estimular a cooperação multilateral com os países da América Latina e do Caribe.

2) Implantar uma área internacional de demonstração de energias renováveis no Oeste do Paraná.

3) Compartilhar práticas e experiências bem sucedidas no uso das energias renováveis, por meio de uma plataforma do Conhecimento.

4) Promover o desenvolvimento industrial sustentável como forma de fomentar a economia local, reduzir a pobreza a conservar o meio ambiente.

Para demonstrar que o uso de fontes renováveis de energia é técnica, econômica e ambientalmente viável, o Observatório implantará uma Área Internacional de Energias Renováveis com unidades de demonstração, inclusive um Condomínio Cooperativo de Agroenergia para Agricultura Familiar no Oeste do Paraná.

Nessas Unidades, a biomassa residual das atividades agropecuárias e do tratamento de esgoto, que antes poluía os rios e o ar, passa a ser usada como matéria-prima para a geração de energia. Esta energia poderá ser comercializada na rede pública e esta atividade poderá receber créditos de carbono como Mecanismo de Desenvolvimento Limpo.

Além do aproveitamento do biogás, o Observatório estimula o uso de outras fontes renováveis de energia como a hídrica, o hidrogênio, a eólica a solar térmica e a fotovoltaica, além do desenvolvimento de soluções em veículos elétricos, arquitetura sustentável e eficiência energética.

Conheça o plano de ação e os Projetos em: http://www.observatoriobrasil.org

Cooperação

A Unido é uma agência especializada das Nações Unidas que visa melhorar a qualidade de vida da camada mais baixa da população e promover o desenvolvimento industrial sustentável. Entre as prioridades da Unido estão: a redução da pobreza mediante atividades produtivas; o desenvolvimento industrial como um meio de gerar emprego e renda; a criação de capacidade comercial; a preservação do meio ambiente e a geração de energia. O Unido conta com 171 Estados membros e tem sua sede em Viena, na Áustria. (www.unido.org).

A Itaipu Binacional, maior usina geradora de energia hidrelétrica do mundo, por meio da sua Coordenadoria de Energias Renováveis (CER.GB e CER.GP) desenvolveu a Plataforma Itaipu de Energias Renováveis. O objetivo é promover a difusão das energias renováveis como forma de estimular mudanças nos meios de produção agropecuária, industrial e do saneamento e a mitigação das mudanças climáticas que, acentuadas, podem alterar o ciclo hidrológico e a estrutura produtiva da empresa. (www.itaipu.gov.br).

A Eletrobrás, empresa de economia mista e capital aberto, dá suporte a programas estratégicos do governo federal, como o Programa de Incentivo às fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa), o programa Luz para Todos e o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). (www.eletrobras.gov.br)

Fonte: Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e o Caribe

Anúncios

Sobre Lincoln Herbert

Professor de Tecnologia da Informação.
Esse post foi publicado em Biomassa, P&D e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s