Petrobras inicia hoje exploração comercial do pré-sal

 

Navio-plataforma Cidade de Angra dos Reis vai produzir 100 mil barris ao dia, além da capacidade de processar até 5 milhões de metros cúbicos de gás

Com o início das operações do navio-plataforma Cidade de Angra dos Reis nesta quinta-feira (28), no Rio de Janeiro, a Petrobras começa oficialmente a exploração da camada pré-sal, em escala comercial, na Bacia de Santos.

A empresa estatal fará uma solenidade com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, para marcar o evento.

O navio é do modelo FPSO, que significa, na sigla em inglês, unidade flutuante que produz, armazena e exporta óleo e gás. A embarcação está ancorada em local onde a profundidade da água é de 2.149 m e poderá produzir até 100 mil barris de óleo por dia. Além disso, o Cidade de Angra dos Reis tem capacidade para processar até 5 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

A unidade marca ainda o início do sistema de produção definitivo de Tupi e vai ajudar a coletar informações técnicas para o desenvolvimento das grandes acumulações de petróleo descobertas nos últimos anos na região.

O campo de Tupi é operado pela Petrobras (65%) em parceria com as empresas BG Group (25%) e Galp Energia (10%).

O navio-plataforma Cidade de Angra dos Reis ficará próximo à embarcação Cidade de São Vicente, que está no campo Tupi, em testes, desde maio de 2009 e que já produziu quase 7 milhões de barris de petróleo.

Até agora, nove poços foram perfurados em águas ultraprofundas da Bacia de Santos. A nona perfuração para exploração, concluída na semana passada, confirma o alto potencial de óleo leve e gás natural da jazida, estimado pela empresa entre 5 e 8 bilhões de barris.

Esse poço comprovou, também, que o petróleo que está na megarreserva tem a espessura de cerca de 128 m – o que reduz incertezas das estimativas de volume do produto na área. Até o final de dezembro ainda serão perfurados dois novos poços.

Fonte: Notícias R7

Anúncios

Sobre Lincoln Herbert

Professor de Tecnologia da Informação.
Esse post foi publicado em Petróleo & Gás e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s