Empresários conhecem projetos da Appa para a exploração do Pré-Sal

Empresários paranaenses de diversos setores conheceram nesta quarta-feira (22), em Curitiba, os projetos de atuação dos Portos do Paraná na exploração da camada Pré-Sal. As oportunidades trazidas para toda a cadeia produtiva e o papel dos terminais portuários no cenário futuro foram temas da 6ª reunião da Câmara de Petróleo e Gás, articulada pela Coordenação de Desenvolvimento da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).
O potencial dos terminais de Antonina e Pontal do Paraná no atendimento às novas demandas foram destacados pelo superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Mario Lobo Filho, que apresentou o Plano Estratégico da Appa para os próximos 20 anos. “Entendemos a importância do Pré-Sal na geração de emprego e renda e no desenvolvimento do litoral paranaense, por isso nos preparamos e discutimos, junto com a classe empresarial, os possíveis cenários para o setor”, disse.

“Nossa intenção é discutir o conteúdo desse documento com todos os envolvidos. Assim como todo planejamento, este também é mutável, dinâmico, realizado de acordo com a realidade e aberto a sugestões”, reforçou Lobo Filho. “As indústrias que desejam atuar na exploração de petróleo e gás e as empresas que querem construir equipamentos ou fornecer serviços são essenciais para o processo e podem contribuir com suas visões”, completou.

De acordo com o plano, o Porto de Antonia, que tem menor calado e localização geográfica estratégica, teria potencial para abrigar empreendimentos de menor porte e bases de apoio logístico, com a implantação de um pólo industrial voltado para atividades ligadas ao Pré-Sal. Segundo o superintendente, o Governo do Estado já recebe propostas de empresas interessadas em desenvolver projetos neste sentido e analisa as possibilidades de atuação junto à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O Porto de Pontal do Paraná, cuja baía tem grande profundidade, teria capacidade para abrigar estaleiros para construção naval, apoio marítimo e bases de exploração de petróleo e gás. “Como atualmente temos diferentes donos de áreas e enfrentamos questões de porto organizado, penso que talvez possamos ter um condomínio portuário. A orientação do próprio governador Orlando Pessuti é de fazer parcerias para não inviabilizar investimentos”, disse Lobo Filho.

DIÁLOGO: Para Jean Carlos Alberini, executivo da Câmara de Petróleo e Gás, o bom relacionamento com o poder público é um dos pontos mais importantes para que os empresários paranaenses possam aproveitar melhor as oportunidades trazidas pela proximidade dos portos paranaenses com as áreas de exploração da camada Pré-Sal. “É essencial a construção de uma relação dinâmica, institucional, econômica e tecnológica entre empresas e políticas de governo”, lembrou ele.

“Temos como desafios principais o investimento em infraestrutura, logística e a capacitação de mão-de-obra. O setor aponta para excelentes oportunidades de negócios, já que o objetivo do Governo Federal é que 70% dos equipamentos usados no Pré-Sal sejam nacionais. Para se ter idéia, hoje este índice é de 40% na exploração e produção de petróleo e gás”, revela Alberini.

DEBATE: Com objetivo de criar um fórum de discussão que permita a interação entre empresas e instituições no desenvolvimento e articulação da cadeia de petróleo e gás no Paraná, a Câmara articulada pela Fiep é composta por representantes da Petrobras, Redepetro-PR, BNDES, Sebrae, Agência Curitiba de Desenvolvimento, Secretaria de Indústria e Comércio e de Planejamento.

“Os grupos de trabalho se reúnem semanalmente e todos os empresários interessados podem participar. Estes grupos debatem planos de ação em diferentes aspectos, como fomento, tecnologia e capacitação de trabalhadores”, explica o coordenador da área de desenvolvimento da Fiep, Marcelo Perscicot.

Mais informações sobre Câmara de Petróleo e Gás podem ser obtidas pelo telefone (41) 3271-7413 ou pelo site www.fiepr.org.br.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Anúncios

Sobre Lincoln Herbert

Professor de Tecnologia da Informação.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s